Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Entregue aos bichos

eles comem tudo...

eles comem tudo...

Trabalhadores da INCM exigem que os salários não sejam cortados este ano

 

Mais de uma centena de trabalhadores da Casa da Moeda concentraram-se hoje em frente da empresa, em Lisboa, exigindo que os salários não sejam cortados este ano, à semelhança do que foi decidido para a TAP e para a CGD.

«Os trabalhadores estão aqui para exigir os mesmos direitos que o Governo decidiu, a título de excepção, para algumas empresas do sector empresarial do Estado, e em protesto contra o congelamento dos salários do ano de 2010, 2011 e de 2011», disse à agência Lusa o dirigente sindical Navalha Garcia.

Reunidos em plenário junto da Casa da Moeda, depois de os ‘Homens da Luta’ terem cantado «o que faz falta é dar moeda à malta, o que faz falta…», os trabalhadores manifestaram-se também contra o corte nos subsídios de férias e Natal este ano.

Além disso, criticaram a administração da Casa da Moeda por ter congelado as progressões nas carreiras, quando a empresa deu lucros da ordem dos 23 milhões de euros em 2011 e no ano anterior.

O dirigente do Sindicato das Indústrias Transformadoras, Energia e Actividades do Ambiente (SITE), Navalha Garcia, referiu ainda que, como foi decidido no último plenário, no dia 20 de Março, os trabalhadores vão «voltar aqui», à Casa da Moeda, para demonstrarem «a sua indignação».

No final do plenário foi aprovada uma resolução para perspectivar «novas formas de luta em relação ao futuro» e que passam pela próxima concentração junto à empresa, em Lisboa.

O documento solicita também à administração da Casa da Moeda que peça ao Governo o mesmo tratamento em termos de direitos que o aplicado na TAP e na CGD, pois são sempre «os trabalhadores a pagar a crise».

Lusa/SOL

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Contador de Visitas


visit counter

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D